Johns Hopkins escolhe o INCA para criar Centro de Excelência para controle do tabaco no Brasil

A Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg dos Estados Unidos, firmou acordo com o Instituto Nacional de Câncer- INCA para a criação de um Centro de Excelência para controle do tabaco no Brasil. O centro servirá, entre outras ações, para a realização de pesquisas e treinamento na área, e será um pólo irradiador para outros países da América Latina.

A decisão da instituição americana se deve ao fato do INCA ser reconhecido como líder na prevenção e controle do câncer no Brasil, e também um Centro Colaborador da Organização Mundial de Saúde para o controle do tabaco.

O Centro será a expansão do projeto de cooperação do Centro Internacional Fogarty, pertencente ao Instituto para Controle Global do Tabaco da Johns Hopkins.

“A Johns Hopkins também é Centro Colaborador da Organizaçao Mundial de Saúde – OMS. O acordo significa a união de dois importantes centros na luta de controle do tabagismo, e só reforça o papel do Brasil como uma das lideranças mundiais no setor”, informou o diretor geral do INCA, José Gomes Temporão.

Autor: OBID
Fonte: Instituto Nacional do Câncer