Injeção pode diminuir o uso do álcool

A dependência do álcool é uma desordem comum associada com morbidade e mortalidade significativas. A Naltrexona, um antagonista opióide, demonstrou-se eficaz para tratamento da dependência do álcool. Porém, a aderência para o uso diário desta medicação por via oral pode ser de aceitação problemática.

Agora, pesquisadores americanos iniciaram os estudos com o uso de uma forma injetável de longa duração de naltrexona, que substituiria a ingestão oral diária dos comprimidos do medicamento.

Numa pesquisa onde participaram mais de 600 pessoas ficou demonstrado que as injeções da substância, apoiadas em 12 sessões de acompanhamento, podem reduzir a necessidade de ingestão de álcool, mesmo nos consumidores excessivos. Comparado com placebo, 380 mg de naltrexona de longa duração resultaram em uma diminuição de 25% na taxa de ocorrência de dias de uso intenso da bebida.

A pesquisa foi publicada esta semana na revista JAMA – Journal of the American Medical Association

Fonte: JAMA Vol. 293 No. 13, April 6, 2005

Bibliomed