Pesquisa revela que público quer mudança na publicidade de bebidas alcoólicas – RS

Pesquisa feita pela coordenação do Fórum Internacional de Qualidade de Vida e Saúde, “Alcoolismo: quem paga essa conta?”, em parceria com o Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas – UFRGS, indicou que a maioria dos participantes do Fórum quer mudanças na forma como a propaganda é feita na televisão. O resultado reflete análise de 240 questionários respondidos na noite de quinta-feira, dia 07/04.

O público também apoiou a criação de uma taxa social a ser paga pelas empresas para investimento em prevenção e recuperação dos prejuízos do uso das bebidas. Os dados preliminares da consulta apontaram que os participantes atestam que a publicidade influencia o consumo das pessoas, mas não o seu uso individual. Uma constatação esperada e que o levantamento reforçou: há escassez de medidas para prevenção e redução de danos em sua cidade.

Entre os hábitos de consumo, a maioria informou que ingere bebida alcoólica menos de uma vez por semana.
Mais de 500 pessoas participaram do Fórum que teve apoio da Assembléia Legislativa (Comissão de Saúde e Meio Ambiente), Sistema Sesi/Fiergs, Detran-RS, Ministério Público, Vida Urgente e Kurotel realizado nos dias 7 e 08/04 em Porto Alegre.

Confira a íntegra da pesquisa:

1 – Você conhece em sua cidade alguma medida de prevenção ao consumo excessivo de álcool?

Não – 31%
Sim, por iniciativa pública – 24,3%
Sim, por iniciativa da comunidade – 26,8%
Sim, por iniciativa privada – 18%

2 – Você consome bebidas alcoólicas?

Não – 24,1%
Sim, raramente (menos de uma vez por semana) – 56%
Sim, em média de uma a duas vezes por semana – 14,9%
Sim, em média mais de 2 vezes por semana – 5%.

3 – Qual o grau de influência da mídia no consumo de bebidas alcoólicas pelas pessoas?

Zero – não influencia – 2,1%
Alguma influência – 11,6%
Muita influência – 66,4%
Influencia completamente – 19,9%

4 – Qual o grau de influência da mídia no SEU consumo de bebidas alcoólicas?

Zero – não influencia – 64,7%
Alguma influência – 31,5%
Muita influência – 1,7%
Influencia completamente – 2,1%

5 – Você acha que a propaganda sobre bebidas alcoólicas deveria:

Manter-se como está – 0,8%
Ser levemente modificada no seu conteúdo, horário e público-alvo – 7,9%
Ser grandemente modificada no seu conteúdo, horário e público-alvo – 52,1%
Ser completamente banida – 39,3%

6 – Você concorda com a sugestão de que as indústrias de bebidas alcoólicas paguem uma “taxa social” pelos danos causados pelo alcoolismo?

Concordo completamente – 68,9%
Concordo parcialmente – 21,8%
Discordo parcialmente – 2,5%
Discordo totalmente – 6,7%

Fonte: Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas / UFRGS