Mulher é presa com haxixe e notas falsas

Uma mulher de supostos 55 anos foi presa em flagrante, às 8h da manhã desta quarta-feira, com 1150 bolinhas de haxixe (888 gramas) e 33 notas falsas de R$ 50. O flagrante aconteceu na base da Polícia Militar Rodoviária, em Presidente Venceslau.

Durante fiscalização de combate ao narcotráfico, a equipe TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) do 2º Pelotão localizou o entorpecente e as notas falsas dentro de uma garrafa térmica de 2,5 litros que a acusada levava nos pés. O material estava escondido entre a parede térmica e a plástica da garrafa. Ela viajava em um ônibus que fazia o itinerário Ponta Porã (MS) x Rio de Janeiro (RJ).

Segundo informações do sargento Messias, que chefiou a equipe responsável pelo flagrante, inicialmente a mulher apresentou um xérox de CPF em nome de Roseli Gomes dos Santos. Posteriormente, conduzida à delegacia de Presidente Venceslau, disse que o documento era falso. Maria Petrúcia Monteiro dos Santos, nascida no dia 2 de abril de 1950, seria sua verdadeira identidade. Para averiguar a veracidade das informações ela será submetida a exame datiloscópico (análise das digitais).

As notas serão encaminhadas para a perícia, que deverá atestar a falsidade. Segundo o sargento, a qualidade das notas era boa.

O delegado Antônio Cândido Benito Erbella indiciou a mulher por tráfico de entorpecente e uso de dinheiro falso. Terminado o flagrante, ela seria encaminhada para a cadeia pública de Mirante do Paranapanema.
Fonte: Cosmo Presidente Prudente