Cocaína e armas achadas em navio ligam tráfico brasileiro à Farc

O chefe de operações contra entorpecentes do Brasil, Ronaldo Martins, disse hoje (27) que cocaína e três armas de fogo encontradas a bordo da embarcação de bandeira brasileira “Brasimex-1” envolvem narcotraficantes do Brasil com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

O funcionário policial brasileiro reuniu-se hoje na cidade espanhola de Las Palmas de Gran Canaria com colegas da Itália e Espanha por causa da apreensão de 2,2 toneladas de cocaína no último dia 21 a bordo da embarcação brasileira, interceptada por forças policiais em alto mar.

A carga, junto a um subfuzil e dois revólveres, foi encontrada no interior do “Brasimex-1”, que chegou na terça-feira (26) à ilha espanhola de Gran Canária junto com seus sete tripulantes detidos em uma operação em que colaboraram os organismos policiais de Espanha, Itália, Brasil, Estados Unidos e Grã-Bretanha.

Após a operação em alto mar, a investigação continua aberta em terra e as pesquisas serão aprofundadas na relação dos “narcos” brasileiros com as Farc na Colômbia, acrescentou Martins.
Fonte da Matéria: Redação com Uol