Fumo passivo aumenta risco de síndrome metabólica entre jovens

O fumo passivo aumenta os riscos de os adolescentes desenvolverem a síndrome metabólica, uma doença caracterizada por obesidade, pressão alta, níveis desaconselháveis de colesterol e pré-diabetes, revelou uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira.

A Associação Americana do Coração estima que 47 milhões de americanos adultos possuem a síndrome metabólica (SM), que aumenta as probabilidades de aparecerem doenças do coração, derrame e diabetes. O mal está ligado, nos adultos, à obesidade e ao consumo de tabaco.

Mas um estudo publicado na segunda-feira, na revista “Circulation”, mostra que os adolescentes que fumam – ou os que ficam ao redor de pessoas que fumam – também enfrentam riscos maiores de desenvolver essa doença.
Fonte:Gazeta Online