Ministério da Saúde integra política para usuário de drogas – GO

O Psicólogo Miguel Cordeiro, da Área Técnica de Saúde do Adolescente da Superintendência de Políticas de Atenção Integral à Saúde – Spais, participou em Brasília, pela Secretaria da Saúde de Goiás, de uma oficina para a implantação da política de redução de danos em usuários de drogas. A oficina foi organizada pela Secretaria Nacional de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, e teve a presença dos coordenadores de programas de saúde de todos os estados brasileiros.

A partir dessa oficina, o Ministério da Saúde terá um diagnóstico sobre as atividades de redução de danos em usuários de drogas, que hoje ocorrem de modo informal em diversos estados, inclusive Goiás. A meta do Ministério é formalizar essas ações na rede do Sistema Único de Saúde – SUS, com atenção ao público usuário de drogas lícitas e ilícitas, a partir soluções como financiamento próprio e qualificação de mão-de-obra.

Entre as atividades da oficina para o diagnóstico que servirá de base para essa política de saúde, o órgão coordenador aplicou um questionário a ser respondido pelos técnicos participantes, de modo a identificar itens como o perfil dos usuários; quem atua na assistência aos usuários; qual a forma de vínculo entre usuários e assistentes; o volume de kits necessários à cobertura dos grupos e localização da demanda.

De acordo com Miguel Cordeiro, a Secretaria de Saúde está desenvolvendo ações para integrar a política do Ministério da Saúde de redução de danos, tendo por precedente o trabalho já instalado na parceria entre os órgãos da SES e a Associação Ipê Rosa, de assistência a usuários de drogas e soropositivos para a Aids.
Autor: Portal do Estado de Goiás
Fonte: OBID