Programa anti-drogas realiza capacitação para instrutores

Assessoria

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e a Polícia Militar de Mato Grosso realizam a partir de hoje, no município de Tangará da Serra, Curso de Capacitação dos Instrutores do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd).

Esse trabalho, de cunho preventivo, realizado por policiais militares vem sendo desenvolvido em todo o estado, contribuindo na melhoria, a médio prazo, dos índices de criminalidade.

Segundo o coordenador do Proerd-MT, major Jacques Lopes da Cunha, através do programa, ao invés de combater o cidadão transgressor da Lei, o foco principal é a sociedade e os cidadãos de bem. “A Polícia Militar do estado de Mato Grosso está mudando o seu conceito de se fazer polícia. O instrumento utilizado para mudar esse cenário é o desenvolvimento de projetos sociais como o Proerd”, salientou o coordenador.

O comandante geral da PM, coronel Leovaldo Sales lembrou a importância do trabalho policial, colaborando para a formação de uma sociedade melhor. “Essas crianças estão tendo a oportunidade de conhecer o que é certo e o que é errado; agora o que falta é uma melhor interação entre os pais e os seus filhos”, frisou ele.

META – De acordo com o major Jacques, a meta do Proerd até o final do ano, é levar o curso de formação de instrutores para outros municípios do interior do Estado como Rosário Oeste, Cáceres, Rondonópolis, Barra do Garças, Sinop além de Cuiabá. A formação de novos instrutores possibilitará que mais crianças sejam beneficiadas.

PROERD – O programa teve origem nos Estados Unidos na cidade de Los Angeles em 1983, a partir de pesquisas realizadas por pedagogas que perceberam a necessidade de orientar as crianças sobre drogas e violência, em função dos males que elas causam na vida do ser humano e conseqüentemente da sociedade.

No Brasil, o Proerd começou a ser aplicado nas escolas no ano de 1992 primeiramente no estado do Rio de Janeiro, depois foi se expandindo para os outros estados e em 2000 teve seu inicio em Mato Grosso.

O programa é aplicado na 4ª série atendendo a faixa etária entre 9 a 12 anos. Entre os seus objetivos visa ser um programa de prevenção primária, ajudando as crianças a reconhecer os perigos que as drogas lícitas e ilícitas causam, e a lidar com conflitos e, conseqüentemente com a violência.

Nesses quatro anos de aplicação do Proerd em Mato Grosso foram atendidas mais de 55.204 (cinqüenta e cinco mil duzentos e quatro) crianças, em 26 municípios e a expectativa para 2006 é atender mais de 250 mil crianças.
Autor: Raquel Ferreira
Fonte:Gazeta Digital