Bebida alcoólica agrava violência em área indígena

Indígenas enfrentam conflitos com agricultores devido a venda ilegal de bebidas

A venda ilegal de bebidas alcoólicas para índios Maxacali tem sido fator determinante para o aumento da violência na região de Minas Gerais em que os indígenas enfrentam conflitos com agricultores. A opinião é do Chefe dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas de Minas Gerais e do Espírito Santo da Fundação Nacional de Saúde – Funasa, Altino Barbosa Neto.

Segundo Barbosa Neto, muitas mortes são causadas pela ingestão de álcool, vendido por moradores da região. “É necessário um trabalho para inibir essa prática”, afirmou o representante da Funasa aos participantes de audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

Essa ação tem sido feita, explicou o Juiz Federal Titular da Vara Agrária de Minas Gerais, Weliton Militão. “Mas é preciso que haja um esforço integrado das entidades que lidam com os indígenas, as varas agrárias e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – Incra”, completou.
Autor: Agência Câmara
Fonte: OBID