Empresa farmacêutica diz ter descoberto medicamento novo e eficaz contra o tabagismo

A Pfizer, maior empresa farmacêutica do mundo, informou ter descoberto um medicamento contra o tabagismo que imita a nicotina e é duas vezes mais eficaz que o Zyban, o único remédio contra o hábito de fumar disponível no mercado.

Descoberta e desenvolvida pela Pfizer, a vareniclina (vareniclina tartrate) é descrita como “o primeiro de um novo tipo de terapias em potencial para parar de fumar”, informou a companhia em um comunicado divulgado na noite de terça-feira, dia 14/11.

“A vareniclina foi especificamente projetada para atuar no mesmo receptor da nicotina para aliviar a ansiedade e a síndrome de abstinência, enquanto, ao mesmo tempo, bloqueia os efeitos da nicotina”, disse o Doutor Salomon Azoulay, encarregado do desenvolvimento da nova droga na Pfizer.

O medicamento, que o laboratório planeja comercializar, foi testado em dois estudos realizados com 2.000 fumantes que receberam vareniclina (um miligrama duas vezes ao dia), bupropion (comercializado como Zyban, 150 mg duas vezes ao dia) e um placebo.

Depois de 12 semanas de tratamento, 44% dos pacientes tratados com vareniclina pararam de fumar contra 30% dos que tomaram Zyban e 18% dos que ingeriram o placebo, informou a empresa.

Um ano depois, os voluntários que receberam a vareniclina “apresentaram uma tendência significativamente maior a ficar sem fumar” em comparação com os dos outros grupos.

Os efeitos colaterais mais comuns do novo medicamento incluem náuseas, dores de cabeça, problemas para dormir e sonhos anormais.

A Pfizer informou ter dado início aos trâmites para a aprovação da vareniclina pela FDA (agência que regulamenta alimentos e remédios nos Estados Unidos) e seu registro na Europa.
Autor: Uol Últimas Notícias
Fonte: OBID