Brasília sediará I Conferência Pan-Americana de Políticas Públicas sobre o Álcool

O consumo de bebidas alcoólicas por brasileiros cresceu 70,5%, de acordo com estatísticas da Organização Mundial de Saúde – OMS. Este crescimento coloca o Brasil na lista dos 25 países que mais aumentaram o uso de bebidas alcoólicas, nos últimos 35 anos. Já em países como Chile, Argentina, Canadá e Estados Unidos o consumo decresceu em (57,6%), (48,2%), (11,1%), (15,1%) respectivamente.

Atento a estes números, o Governo brasileiro irá promover entre os dias 28 e 30 de novembro de 2005, em Brasília, a I Conferência Pan-Americana de Políticas Públicas sobre o Álcool. O evento será coordenado pela Secretaria Nacional Antidrogas – Senad e a Organização Pan Americana da Saúde – OPAS. Durante três dias, especialistas de quinze países estarão reunidos para discutir e trocar experiências sobre políticas públicas para combater o uso indevido do álcool e os problemas regionais relacionados ao consumo abusivo da droga lícita mais usada nas Américas.

A abertura oficial da conferência será na segunda-feira, 28/11, com a participação do Ministro Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República e Presidente do Conselho Nacional Antidrogas, Jorge Armando Felix, do Ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, do Ministro da Saúde, José Saraiva Felipe, do Secretário Nacional Antidrogas, Paulo Roberto Uchôa, e de representantes da Organização Pan-Americana da Saúde. Um dos pontos altos do evento é a apresentação de um estudo inédito, produzido pela Senad sobre o padrão de consumo de álcool na população brasileira que irá abranger também estudo específico entre as populações jovens, mulheres e índios no Brasil.

Entre os temas a serem discutidos no evento estão: os jovens e o marketing do álcool na América Latina, a relação álcool e violência, álcool e trânsito, os custos ao sistema público de saúde, entre outros.

As mesas redondas terão a participação das maiores autoridades no assunto de todo o continente americano. Representantes do governo e especialistas na área, como Thomas Babor, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Connecticut Estados Unidos, e Jürgen Rehm, do Centro para Dependência e Saúde Mental, do Canadá, participarão de palestras e grupos de trabalho sobre a elaboração e implementação de políticas eficazes sobre o álcool.

A I Conferência Pan-Americana de Políticas Públicas sobre o Álcool acontece entre os dias 28 e 30 de novembro, a partir das 9h no Hotel Blue Tree Alvorada em Brasília-DF.

Programa:

28/11/2005

8:30h Credenciamento

9h Abertura oficial
Jorge Armando Felix
Ministro Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República e Presidente do Conselho Nacional Antidrogas (Brasil)

Márcio Thomaz Bastos
Ministro da Justiça (Brasil)

José Saraiva Felipe
Ministro da Saúde (Brasil)

Mirta Roses Periago
Diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/EUA)

Horacio Toro Ocampo
Representante da Organização Pan-Americana da Saúde (Brasil)

Paulo Roberto Uchôa
Secretário Nacional Antidrogas (Brasil)

10h Plenária – O impacto do álcool nas Américas
Palestrante: Jurgen Rehm (Canadá)

10h30 Intervalo para café

11h Mesa redonda – O impacto do álcool nos países: epidemiologia e custos
Mediador: Jurgen Rehm (Canadá)

Palestrantes:
Maria Elena Medina Mora (México)
Ronaldo Laranjeira (Brasil)

Debate: 20 minutos

12:30h Almoço

14h Mesa redonda – Produção, comércio e marketing do álcool na América Latina
Mediadora: Laura Krech (EUA)

Palestrantes:

Norman Giesbrecht (Canadá)
Michelle Swenarchuk (Canadá)
Robert Sparks (Canadá)
David Jernigan (EUA)

Debate: 25 minutos

15:30h Pausa para café

16h Mesa redonda: Jovens e o marketing do álcool Mediadora: Maristela Monteiro (OPAS/ EUA)

Palestrantes:

Paulina Carmo Arruda Vieira Duarte (Brasil)
Martha Romero (México)
David Jernigan (EUA)
Ilana Pinsky (Brasil)

17:30h Debate aberto sobre os temas do dia
Mediador: Vladimir Poznyak, OMS (Suíça)

29/11/2005

9h Mesa redonda – Álcool, gênero e cultura
Mediador: Florence Kerr-Corrêa (Brasil)

Palestrantes:
Sharon Wilsnack (EUA)
Ben Taylor (Canada/ Peru)
Jose Caldera (Nicarágua)
Julio Bejarano (Costa Rica)
Claudina Cayetano (Belize)

Debate: 10 minutos

10:30h Pausa para café

11h Mesa redonda – Álcool e violência
Mediador: Vladimir Poznyak, OMS (Suíça)

Palestrantes:
Guillermo Borges (México)
Raul Caetano (EUA)
Myriam Munné (Argentina)
Diego Gonzalez de Carpio (Peru)

12:30h Pausa para almoço

13:30h Mesa redonda – Álcool e segurança no trânsito
Mediador: Raul Caetano (EUA)

Palestrantes:
Glynn R. Birch (EUA)
Ralph Hingson (EUA)
María Isabel Gutiérrez (Colômbia)
Kenneth Avila (Costa Rica)

Debate: 25 minutos

15h Mesa redonda – Problemas do consumo de álcool entre a população indígena
Mediador: Janis Dawson, OPAS (EUA)

Palestrantes:
Gonzalo Rivero Chávez (Bolívia)
Marlene de Oliveira (Brasil)
Carolina Valle (Nicarágua)

Debate: 10 minutos

16h Pausa para o café

16:30h Plenária – Estratégias nacionais e regionais: necessidades e desafios

Palestrante:
Dag Revke, OMS (Suíça)

17h Grupos de trabalho – O impacto do uso do álcool em nível nacional e regional e a importância de uma estratégia regional

Coordenadores dos grupos de trabalho:
Louis Gliksman Grupo 1
Vladimir Poznyak Grupo 2
Dag Rekve Grupo 3
Maria Elena Medina Mora Grupo 4

30/11/2005

9h Plenária – Efetividade das intervenções e políticas: o que funciona e o que não funciona

Palestrantes:
Tom Babor (EUA)
Maristela Monteiro (OPAS, EUA)

Debate: 30 minutos

10:30h Pausa para café

11h Mesa redonda

Implementando políticas sobre o álcool: experiências e desafios
Mediador: Ronaldo Laranjeira (Brasil)

Palestrantes:
Regina Mikki (Brasil)
Jurandir Matos (Brasil)
Luis Gliksman (Canadá)
Giselle Amador (Costa Rica)

Debate: 25 minutos

12:30h Almoço

14h Mesa redonda – Respostas dos serviços de saúde aos problemas decorrentes do uso do álcool
Mediador: Tom Babor (EUA)

Palestrantes:
Leticia Echeverria (México)
Maria Lucia Formigoni (Brasil)
Pedro Gabriel Delgado (Brasil)
Ricardo Gonzalez Menendez (Cuba)
Alfredo Pemjean (Chile)
Sandra Yanira Lazo de García (El Salvador)
Debate: 10 minutos

15:30h Grupos de trabalho – Estratégia nacional e regional: necessidades e desafios

Coordenadores dos grupos de trabalho:
Louis Gliksman Grupo 1
Vladimir Poznyak Grupo 2
Dag Rekve Grupo 3
Maria Elena Medina Mora Grupo 4

16:30h Pausa para o café

17h Apresentação dos resultados dos grupos de trabalho

18h Encerramento

Paulo Roberto Uchôa, Secretário Nacional Antidrogas e Secretário Executivo do Conselho Nacional Antidrogas (Brasil)

Carissa Etienne, Diretora Adjunta, OPAS
Fonte:Senad