Campanha contra o tráfico de drogas aumenta denúncias em 40% – PR

A campanha realizada semana passada, de 02/04 a 09/04, para incentivar as pessoas a denunciarem o tráfico de drogas pelo número 181 aumentou em 40% o número de denúncias. A avaliação foi feita pelo Coronel Nemésio Xavier de França Filho, Comandante da Polícia Militar do Paraná, na segunda-feira, 10/04, durante a reunião da operação “Mãos Limpas”. Agora, o Governador quer que a propaganda, que contava com a participação de representantes de setores de comunidades da região metropolitana, veiculada pela Rádio e Televisão Educativa, seja ampliada para todo o Estado.

“O governo vai convocar todos os representantes da sociedade para fazerem a campanha em televisão e rádio para que as pessoas denunciem o tráfico. É um apelo para que as mães não deixem a droga entrar nas suas casas. O Narcodenúncia pode ajudar os vizinhos, irmãos e a sociedade a se proteger”, disse o Governador Roberto Requião. Pelo serviço 181, o denunciante tem sua identidade protegida e o anonimato garantido.

Devido ao pedido dos prefeitos na reunião “Mãos Limpas” para acabar com o tráfico de drogas na região metropolitana, o Governador decidiu intensificar e mudar a forma de divulgação da campanha para incentivar os paranaenses a denunciarem o tráfico pelo número 181. Prefeitos, padres e pastores e outros representantes de setores da região metropolitana gravaram, na TV e Rádio Educativa, a propaganda. A resposta, segundo o Coronel Xavier, foi o aumento de 40% nas denúncias.

“Agora, as polícias Civil, Militar de Federal estão trabalhando integradas. O setor de inteligência está com as investigações focadas nestas denúncias e em breve termos respostas à comunidade”, disse o Coronel.

Nesta segunda etapa da divulgação, o Governador resolveu estender a campanha para o Paraná inteiro, colocando pessoas influentes e autoridades do Ministério Público e da Justiça para falarem na televisão sobre a importância das denúncias.

Na região metropolitana, a Televisão e Rádio Educativa já gravou com prefeitos, padres e pastores das cidades de Fazenda Rio Grande, São José dos Pinhais, Almirante Tamandaré, Quatro Barras, Campo Largo, Campo Magro, Campina Grande do Sul, que já aderiram à campanha. Na terça-feira, 11/04 foi a vez de Piraquara e Pinhais. A campanha é inserida na programação durante o dia todo, a cada intervalo de programa.

O principal fator de sucesso do serviço de Narcodenúncia 181 é o sigilo da identidade. A pessoa não precisa se identificar para fazer a denúncia. “Em aproximadamente três anos, a central do 181 realizou cerca de 52 mil atendimentos, com 60% dos casos solucionados e os demais em investigação”, destacou o Coordenador do programa, Tenente-Coronel Jorge Costa Filho.

Com a participação das polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal, o 181 registra, desde junho de 2003, a apreensão de 202 toneladas de maconha; 2,132 toneladas de cocaína; 543.417 mil pedras de crack; 5.092 comprimidos de ecstasy e 60.219 mil frascos de lança-perfume, além de LSD, cola de sapateiro, tíner, pasta base e bolinha de haxixe. Foram realizadas 7.317 prisões, 533 apreensões de armas (incluindo arma brancas) e 884 de veículos.
Fonte: Tribuna do Interior