O hábito de fumar aumenta os risco para diabetes

Uma pesquisa realizada com 4 500 americanos nos últimos quinze anos concluiu que o hábito de fumar dobra as possibilidades de o usuário desenvolver diabetes. O risco também aumenta entre os fumantes passivos.

Segundo os estudos das Universidades da Califórnia, do Alabama e do Birmingham Medical Center, o pré-diabetes, estágio inicial da doença, atingiu 11% dos não fumantes, 17% dos fumantes passivos e 22% dos fumantes.

Os pesquisadores acreditam que as toxinas presentes no fumo se acumulam no pâncreas e comprometem a produção de insulina.
Fonte: Revista Veja