Prefeitura estuda criação do Departamento Municipal Antidrogas – SP

Órgão coordenará todas as ações de orientação e assistência a dependentes químicos, principalmente crianças e adolescentes

A Prefeitura de Cubatão – SP deverá ser a primeira da Baixada Santista a ter um departamento antidrogas, voltado, principalmente, para orientação e atendimento a crianças e adolescentes considerados dependentes químicos. Estudos neste sentido foram anunciados pelo Prefeito Clermont Castor, durante a solenidade de posse dos novos membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e dos Adolescentes de Cubatão- CMDCA, os quais atuarão no biênio 2005/2007.

Segundo Clermont, atualmente o trabalho de prevenção e de atendimento a dependentes tem sido feito de maneira isolada, pontual, envolvendo variados órgãos da administração pública e da sociedade civil. Citou, entre eles, o Centro Ambulatorial à Dependência Química- Cadeq, o Conselho Municipal Antidrogas, criado em 2003, mas que ainda não está em atividade plena e o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – Proerd, programa desenvolvido pela Polícia Militar. “Estes segmentos desenvolvem um trabalho importante, que será melhor, ainda, se houver um órgão oficial que sirva como ponto de referência e possa atuar com recursos da administração municipal”, explicou Clermont.

A criação do Departamento Antidrogas já obteve parecer favorável da Câmara Municipal e, agora, a proposta está sendo analisada pelo setor jurídico da Prefeitura.

CMDCA – Criado pela Lei Municipal 1981, de 1991, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e dos Adolescentes de Cubatão – CMDCA é formado por oito representantes de órgãos do poder público e 10 de entidades da sociedade civil.
Fonte: Prefeitura Municipal de Cubatão