Ações táticas da Polícia garantem a redução do cultivo de maconha no Estado

A polícia conseguiu reduzir em 30% o número de plantações de maconha na região Nordeste do Pará

Na operação “Triângulo do Capim II”, foram destruídas 25 plantações de maconha na região
Após as operações de combate ao tráfico de drogas desenvolvidas na região de Tomé-Açu e Concórdia do Pará, Nordeste do Estado, no último final de semana, a Polícia Civil acredita que o cultivo da maconha em terrenos da área reduziu 30% em relação ao ano passado. No período de maio a junho de 2005, a Polícia destruiu 1,1 milhão de pés da erva em vários terrenos dessa região conhecida como “Triângulo do Capim”.

Para o delegado Gilvandro Furtado, titular da Diretoria de Polícia Especializada, a redução se deveu em parte ao abandono dos terrenos pelos traficantes que agiam na área, após as operações realizadas pela Polícia Civil com o uso do helicóptero do Grupamento Aéreo “Estrela Azul”, do Governo do Estado.

No ano passado, mais vinte plantações de maconha foram localizadas na região. No mesmo período, dezenas de armas de grosso calibre foram apreendidas, entre as quais fuzis, espingardas calibre 12 e pistolas ponto 40.

Na operação realizada do dia 28 de abril ao dia 1º de maio, os policiais encontraram algumas armas de fabricação caseira e seis quilos de maconha prensada. Localizaram 25 plantações da erva. A operação de combate ao tráfico na região irá continuar, conforme garantiu o delegado, já que ainda há focos de cultivo da droga na região.
Texto: Walrimar Santos – Assessoria de Comunicação da Polícia Civil do Estado
Fonte: Agência Pará