Pesquisa comprova que problemas familiares são conseqüência do consumo excessivo de álcool

Uma recente pesquisa inédita realizada pela Universidade Federal de São Paulo, batizada de 1º Levantamento Nacional sobre Padrões de Consumo de Álcool na População Brasileira, revela que 45% dos paulistanos entrevistados enfrentaram problemas na família ou dificuldades conjugais provocadas pelo consumo excessivo de álcool pelos familiares.

O estudo foi financiado pela Secretaria Nacional Antidrogas e vai avaliar uma amostra de 3 mil entrevistas, feitas em 143 cidades de todo o País. Os números nacionais deverão ser divulgados dentro de um ou dois meses.

A amostra paulistana dá razão aos alertas feitos por especialistas: o consumo de álcool cada vez mais precoce e a íntima relação entre abuso de bebidas alcoólicas, violência doméstica e de trânsito.
Fonte: Agência Estado