Municípios farão atividades para reduzir o consumo de tabaco – MT

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso está estimulando os municípios a realizarem atividades de conscientização e mobilização sobre os perigos do consumo do tabaco. Em 31/05, Dia Mundial Sem Tabaco, a distribuição de panfletos, abordagem com informações sobre os perigos do cigarro e blitz educativa estão entre as atividades recomendadas.

“O número de mortes causadas pelo tabagismo, em todo o mundo, é de 5 milhões de pessoas, segundo dados da Organização Mundial de Saúde – OMS. Dentro de 15 anos esse número saltará para 10 milhões caso não sejam tomadas medidas para conter a expansão do consumo”, disse a Coordenadora de Prevenção e Controle do Câncer da Secretaria de Estado de Saúde, Helen Curvo. Dos milhões de pessoas que morrem de câncer de pulmão, 90% são fumantes.

Em Mato Grosso o Programa de Controle de Tabagismo tem, no Hospital Universitário Júlio Müller, uma referência no tratamento da doença. Os municípios de Sorriso e Rondonópolis estão em fase de implantação do programa.

A Secretaria de Estado de Saúde também desenvolve, por meio da Coordenadoria de Prevenção e Controle do Câncer – COPCCA, uma pesquisa estatística, em várias faixas etárias, para identificar como os adolescentes começam a fumar e qual idade é a mais vulnerável ao tabagismo.

A Coordenadora informou que a CPCC trabalha na instalação de grupos de apoio para ajudar no controle ao tabagismo, além de promover palestras nas empresas e disponibilizar o tratamento.

Entre as medidas tomadas até o momento determinadas por Leis federais, se destacam as seguintes: proibição do fumo em ambientes fechados, separação de áreas entre fumantes e não-fumantes, obrigatoriedade da fixação dos limites máximos dos teores de alcatrão, nicotina e monóxido de carbono para cigarros comercializados no Brasil, e proibição do uso de descritores de produtos como light, ultra light, ou expressão semelhante.
Fonte: Diário de Cuiabá