Tabaco transgênico poderá produzir gel contra Aids

Uma plantação de tabaco geneticamente modificado, em Kent, no sul da Inglaterra, pode ter um papel importante na luta contra o vírus HIV, afirmou o jornal The Guardian.

Se o projeto, com um orçamento de oito milhões de libras (12 milhões de Euros), for bem sucedido, cada planta deste tipo de tabaco pode ser usada na produção de 20 doses de um gel germicida que pode ser usado como uma proteção de três meses contra o vírus.

Para desenvolver o remédio, a equipe do centro de infecções do hospital de Saint George, em Londres, fez furos nas folhas das plantas de tabaco e depois as colocou em contato com uma bactéria geneticamente modificada. Quando a bactéria infecta as folhas, introduz alguns de seus genes no DNA da planta, que começa a produzir novas proteínas. Em estado natural, estas proteínas formam tumores que matam a planta, mas, no laboratório, os cientistas tornaram a bactéria inofensiva, de forma que, em vez de desenvolver tumores, a planta produz cianovirina-N.

Segundo os pesquisadores, a cianovirina-N pode ser uma arma eficaz na luta contra o HIV, porque evita que o vírus infecte as células humanas. Os cientistas pretendem criar um creme germicida, ou seja, um gel vaginal feito com esta substância.
Fonte: Estadão