Estudo prevê aumento de mortes por câncer ao longo do século

O consumo de tabaco causará a morte de cerca de 1 bilhão de pessoas ao longo deste século, segundo estudos divulgados na segunda-feira, 10/07, em uma conferência internacional sobre a doença, realizada em Washington. A Organização Mundial da Saúde – OMS, a Sociedade do Câncer dos Estados Unidos e a União Internacional contra o Câncer, que organiza a reunião, prepararam os relatórios. “Mesmo que caísse o consumo de tabaco no mundo todo, haveria um aumento constante de fumantes devido ao crescimento demográfico”, indicou Michael Eriksen, Diretor do Instituto de Saúde Pública da Universidade Estatal da Geórgia.

Segundo o estudo Cancer Atlas, apresentado na conferência, o tabaco causa uma de cada cinco mortes por câncer. Por outro lado, o câncer pulmonar é o tipo que deve ser olhado com maior atenção, por afetar mais de 1,3 milhão de pessoas. Segundo o Cancer Atlas, 10,9 milhões de casos de câncer foram diagnosticados em 2002.

Segundo a Sociedade do Câncer dos Estados Unidos, embora o consumo de tabaco tenha sido reduzido no país e em outras nações desenvolvidas nos últimos 25 anos, aumentou no mundo em desenvolvimento, onde, em 1998, eram consumidos 67% de todo o tabaco produzido. Em 2003, o número de fumantes no mundo era calculado em cerca de 1,3 bilhão de pessoas (1 bilhão de homens e o resto mulheres).

“No que se refere ao câncer, sabemos que se tomarmos medidas agora podemos salvar 2 milhões de vidas até 2020 e 6,5 milhões até 2040”, segundo a Doutora Judith Mackay, da OMS. Os relatórios também se referem aos outros tipos de câncer e assinalam que em 2002 houve 1,15 milhão de casos de câncer de mama, 930 mil casos de câncer de estômago, 679 mil casos de câncer da próstata e 1 milhão de casos de câncer do cólon. Segundo os cientistas, além do tabaco, as infecções e a má alimentação também causam o câncer.
Fonte:Agência JB On-line