Proibição de fumar muda a cara de cafés em Buenos Aires – Argentina

Os bares e cafés enfumaçados da capital argentina, Buenos Aires, cidade em que as letras dos tangos celebram o “prazer sensual” de um cigarro, podem nunca mais ser os mesmos depois da entrada em vigor de uma nova Lei antifumo.

Em um país onde um terço das pessoas fumam, estas novas regras proíbirão o fumo em lugares públicos menores do que cem metros quadrados. Os donos dos cafés podem ter de arcar com multas de até R$ 1390,00, aproximadamente, caso os seus clientes desrespeitarem a Lei.

De acordo com a nova legislação, que segue regras semelhantes às de outras cidades argentinas, os estabelecimentos maiores terão de limitar uma área fechada para os fumantes. “Não vai ser fácil por causa da personalidade dos habitantes de Buenos Aires”, afirmou Marta Angueira, Médica que ajudou o governo da cidade a elaborar a Lei. “O nosso tango diz que fumar é um prazer, mas é um prazer mortal.”

O bar “Jardim Florida Garden” iniciou o regime antifumo com dois dias de antecedência, e os garçons declararam que os fregueses apagaram os seus cigarros, obedientes, quando requisitados. “Trabalho aqui há 36 anos e fumo desde sempre. Hoje, eu respirei ar puro pela primeira vez”, contou o garçom Pedro Alvarez.

Mesmo não-fumantes se opõem à lei, um pouco mais branda do que a proibição nacional imposta neste ano no Uruguai pelo governo do Presidente Tabaré Vazquez, Médico especializado em câncer. As restrições uruguaias são as mais duras da América Latina. “Acho uma forma de discriminação”, afirmou Carlos, um contador de meia-idade, que lia o jornal no bar portenho. “Apesar de ser bom para mim, acho que vai de encontro ao espírito do viva e deixe viver e pode se tornar mais uma daquelas Leis que não pegam.”

Numa tabacaria próxima, os funcionários afirmaram que as proibições não vão mudar o hábito das pessoas: “Os fumantes vão continuar fumando. Eles só vão ter que fazer isso na rua”, disse o Gerente Hernan Lucas. Ele acrescentou que fumar faz parte da cultura argentina. “Os lugares nos quais não se pode fumar de jeito nenhum vão perder fregueses, porque as pessoas que querem tomar o seu café com um cigarro irão para outro lado”, acrescentou.
Autor: Reuters
Fonte: OBID