Prevenção de mortes decorrentes do uso abusivo do álcool em jovens: efeitos potenciais da taxação e da proibição de propagandas

Estima-se que nos EUA 63.718 pessoas morreram em decorrência do uso de álcool no ano 2000.

Estas mortes estão relacionadas tanto ao uso pesado de álcool quanto ao consumo habitual dessa substância.
É sabido também que o uso pesado de álcool inicia-se na juventude e tende a persistir na idade adulta.

Desse modo, os autores estimaram o impacto de intervenções de saúde pública no consumo de álcool de jovens de 20 anos idade. Tendo como referência dados obtidos entre os aos de 1982 e 1985 junto a uma amostra de 5.111 jovens de 17-20 anos Assim, estimou-se avaliou-se o o impacto da restrição parcial, da restrição completa das propagandas de álcool e da taxação de bebidas alcoólicas nana mortalidade relacionada atribuída aocom o uso de álcool em uma amostra de 5111 jovens de 17 a 20 anos entre os anos de 1982 e 1985.

Em No ano de 1994 uma nova entrevista foi realizada com esse grupo (taxa de re-entrevista de 78%) a fim de avaliar novamente o uso de álcool e possíveis complicações decorrentes. Os dados obtidos foram extrapolados para o total de 4.049.448 jovens de 20 anos de idade residentes nos EUA no ano 2000 e para a população geral desse país.

Os autores observaram que 26,7% dos homens e 14,3% das mulheres de 18-20 anos de idade acusaram tanto uso habitual quanto uso pesado de álcool (5 ou mais doses de álcool por ocasião).

Pensando na totalidade de jovens americanos de 20 anos, os pesquisadores estimaram em 1.490 o número de mortes que seriam evitadas no período em questão por meio do aumento em 274% nas taxas vigentes sobre as bebidas alcoólicas. Ademais, estimou-se em 7.610 o número de mortes evitadas na população geral americana caso as propagandas de álcool fossem totalmente proibidas.

Por fim, os autores constataram que o consumo de álcool prévio aos 21 anos de idade é indicador do consumo de álcool em idade adulta. Somado a isso, é sugerido que medidas tanto de restrição nas propagandas quanto de taxação do álcool sejam efetuadas.

Título: Prevention of Deaths From Harmful Drinking in the United States: The Potential Effects of Tax Increases and Advertising Bans on Young Drinkers
Autores: William Hollingworth, Beth E. Ebel, Carolyn A. McCarty, Michelle M. Garrison, Dimitri A. Christakis e Frederick P. Rivara
Fonte: Journal of Studies on Alcohol, Março 2006
F.I.: 1,538
Fonte:Centro de Informações sobre Saúde e Álcool – CISA (www.cisa.org.br).