Mais um motivo para parar de beber: o álcool pode causar câncer

11 de janeiro de 2007 (Bibliomed). Quase todos os adultos conhecem os problemas que acompanham o consumo de bebidas alcoólicas: dependência, ressaca, perda de memória, doenças no fígado, conflitos familiares e sociais, perda de emprego, etc.

Mas uma nova descoberta pode piorar ainda mais a vida de quem tem o costume de beber: o álcool pode causar câncer de intestino.

Não se iluda pensado que isso é só para as pessoas que bebem muito. Pesquisadores franceses e ingleses realizaram um estudo publicado na revista Epidemiology, no final de 2006, que demonstrou que mesmo poucas doses por semana já são capazes de aumentar o risco de surgimento deste tipo de tumor.

Os pesquisadores procuraram identificar se haveria ou não relação entre o aumento no número de casos de câncer de intestino e o consumo de bebidas alcoólicas. Para isso, analisaram pacientes que apresentavam essa doença no período de 1990 até 2005 e os dividiram em grandes e pequenos consumidores, de acordo com a quantidade de álcool que bebiam.

Nesse período, foram estudados mais de 6.300 pacientes que estavam com câncer de intestino. O que constataram foi que quanto maior a quantidade de bebidas alcoólicas ingeridas, maior o risco de desenvolver a doença. Este risco aumenta em aproximadamente 15%, quando se consome mais de 100 gramas de álcool por semana. Porém, mesmo quantidades menores de bebida alcoólica também favorecem o surgimento de tumores.

Fonte: Epidemiology; 2006; 120: 664-671
http://boasaude.uol.com.br/news/index.cfm?news_id=6726