Cigarro mata mais que a AIDS

O tabagismo hoje é um grande problema de saúde pública mundial. Causa mais mortes do que a AIDS, acidentes automobilísticos, homicídios, suicídios e overdoses de outras drogas como cocaína e heroína. A cada ano, estima-se que nos Estados Unidos 400 mil pessoas morram em decorrência de doenças causadas pelo cigarro.

Doenças causadas pelo cigarro

As principais doenças são o câncer de pulmão e as doenças pulmonares como bronquite crônica e enfisema. Causa também câncer de boca, garganta, esôfago, de bexiga, rins e pâncreas. Outra importante doença induzida pelo cigarro é a aterosclerose, ou seja, o entupimento das artérias do carpo com placas de gordura, que pode levar ao infarto do coração, ao derrame cerebral e à falta de circulação nos membros. Doenças como úlcera de estômago e duodeno também são ocasionadas pelas toxinas do cigarro.

Como deixar de fumar?

Existem várias maneiras para deixar de fumar. Mas a primeira delas é procurar um especialista no assunto para lhe ajudar. Tanto psiquiatras quanto pneumologistas têm experiência nesta área. Muitos utilizam a terapia de reposição de nicotina, que consiste no uso da substância de uma outra forma que não em cigarros, como os adesivos para a pele ou gomas de mascar.

Antidepressivos, ansiolíticos (drogas para o controle da ansiedade) e até algumas drogas antiepilépticas podem ser administradas nesse tratamento. Outras terapias alternativas também existem e são válidas, como acupuntura, e psicoterapia, além de terapias comportamentais.
Autor: Jornal O Norte Online
Fonte: OBID