Professores buscarão previnir uso de drogas entre estudantes

Os professores das escolas, tanto públicas quanto privadas, de Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, têm uma nova missão. Eles tentarão diminuir o uso de drogas entre os estudantes.

Um grupo de profissionais de educação participou em 19/05 de um curso oferecido pelo Conselho Municipal Antidrogas – Comad que tem por objetivo promover projetos específicos ao público adolescente. Foi a primeira iniciativa para colocar em prática ações que visem evitar que os jovens tenham acesso a drogas. O trabalho tomou por base estatísticas quanto ao consumo e foi entregue um manual elaborado com textos de especialistas no tratamento da dependência.

O Presidente do Comad, Neemias da Silva Júnior, explica que havia dificuldade em desenvolver esse tipo de trabalho por falta de informações. “Agora, reunindo os Professores, vamos ter acesso a novos dados que podem estimular o desenvolvimento de projetos”, destacou. No primeiro encontro do curso de formação os representantes das escolas assistiram a uma palestra apresentada pelo Psicólogo e Doutor em Psicologia do Desenvolvimento, Lucas Neiva Silva. Ele falou dos tipos de drogas e dos fatores de risco existentes para os consumidores.

Em 26/05, ocorrerá uma nova palestra para complementar o processo de formação. Ao todo serão 24 horas de curso para capacitação. Depois disso, os professores, em conjunto com as equipes diretivas das escolas, poderão desenvolver projetos que serão executados de acordo com a faixa etária dos alunos. “A nossa intenção é reunir a comunidade para participar”, completou.

Ainda estão marcadas mais duas conferências para tratar do tema e, em agosto, os Educadores serão convidados a mostrar o que já fizeram com o objetivo de evitar o uso de drogas. A apresentação de todos os trabalhos ocorrerá no fim de 2007.

Em 2004 o Comad desenvolveu uma pesquisa que apontou o percentual de jovens que já usaram drogas, como álcool, cigarro, maconha e cocaína. “Os índices de Santa Cruz foram semelhantes aos de grandes cidades, como Porto Alegre”, destacou Neemias.
Autor: Gazeta do Sul
Fonte: OBID