Consumo de álcool por mulheres cresce 80% – SP

A dependência de álcool entre as mulheres cresceu 80% nos últimos três anos. O fato foi constado por uma pesquisa realizada pela Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, entre os anos de 2004 e 2006, nos serviços especializados de atendimento a dependentes químicos em todo o Estado.

De acordo com o estudo, no ano passado foram atendidas 31.674 mulheres nos 43 Centros de Atenção Psicossocial – Caps voltados para dependentes de álcool. Em 2005, o número foi de 26.799 e, em 2004, 17.816. Isso significa um aumento de 80% entre 2004 e 2006.

Segundo a Diretora do Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas – Cratod, Luiezemir Lago, a dependência do álcool entre mulheres ainda é menor que a dos homens. “O estudo mostra, porém, que cada vez mais as mulheres têm abusado do álcool”.
Somente em 2006, o custo do tratamento dispensado às mulheres dependentes acarretou gastos de R$ 820 mil em todo o Estado.

A Secretaria Estadual de Saúde registrou uma despesa de cerca de R$ 22,3 milhões no ano passado, com internações hospitalares e atendimentos relacionados ao álcool de pacientes de ambos os sexos.

No ranking de motivos de internação as bebidas alcoólicas ocupam a quarta posição no Estado. Em primeiro vem gravidez/parto, seguido de doenças do aparelho circulatório e, em terceiro, doenças do aparelho respiratório.
Autor: A Tribuna Digital
Fonte: OBID