Não-fumantes também estão expostos a doenças

No Dia Mundial sem Tabaco, 31 de maio, o Instituto Nacional de Câncer – Inca faz um alerta: não-fumantes expostos à fumaça do cigarro correm risco de ficar doentes e morrer por doenças comuns a fumantes. Os locais livres da fumaça ambiental do tabaco foram tema das comemorações do Dia Mundial sem Tabaco em 2007. Na data, também foi lançada a Rede Ibero-Americana para o Controle do Tabagismo – Riact, que envolve países da América Latina, Portugal e Espanha. O Brasil será o articulador da rede, cujo objetivo é a troca de experiências governamentais bem-sucedidas no controle do tabagismo.

Com o tema escolhido para 2007, a Organização Mundial da Saúde – OMS pretende trabalhar com o conceito de ambientes 100% livres da fumaça do tabaco, chamando a atenção para o fato de que ventilação e filtragem do ar não são suficientes para reduzir a exposição passiva aos malefícios da fumaça. O Inca preparou uma série de materiais, como cartazes e folhetos, que foram enviados para que as secretarias estaduais e municipais de Saúde pudessem comemorar a data por todo o Brasil. Os materiais ainda estão disponíveis em www.inca.gov.br/tabagismo.

O Ministério da Saúde criou um grupo formado pelo Inca, Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa e representantes de outras instituições, para elaborar uma regulamentação que corrige algumas brechas deixadas pela Lei no 9.294/96, que dispõe sobre a proibição do fumo em ambientes fechados. O fim de espaços reservados para fumantes e não-fumantes dentro de um mesmo ambiente é uma das propostas.

A articulação da Rede Ibero-americana para o Controle do Tabagismo foi um compromisso assumido pelo Brasil durante a VII Conferência Ibero-americana de Ministras e Ministros de Saúde, em Granada, na Espanha, em 2006. “A Riact cria oportunidades para que possamos colocar em prática a cooperação e intercâmbio de informações entre o governo de nossos países” diz a Médica Tânia Cavalcante, chefe da Divisão de Controle do Tabagismo do Inca. A rede contará com um site que permitirá a realização de reuniões virtuais, fóruns de discussão, alem da publicação das notícias mais recentes sobre o tema.
Autor: Metro News
Fonte: OBID