Abuso de drogas e álcool favorece o suicídio, diz pesquisa

Cerca de três mil pessoas por dia cometem suicídio no mundo, o que significa que a cada três segundos uma pessoa se mata. Foi o que divulgou no dia 10/09 a Organização Mundial da Saúde – OMS, em Genebra. É estimado que a maioria dos mais de 1,1 milhão de suicídios a cada ano poderia ser prevista e evitada. Segundo a OMS, é necessário que o Estado adote medidas adequadas e garanta tratamento adequado às pessoas que sofrem de distúrbios mentais.

De acordo com a OMS, a média de suicídios aumentou 60% nos últimos 50 anos, em particular nos países em desenvolvimento. O suicídio é atualmente uma das três principais causas de morte entre os jovens e adultos de 15 a 34 anos, embora a maioria dos casos aconteça entre pessoas de mais de 60 anos.

A organização lembra que cada suicídio ou tentativa provoca uma devastação emocional entre parentes e amigos. A OMS e a Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio – AIPS, ressaltaram a importância de reforçar todos os programas para identificar e prevenir o comportamento suicida.

As duas entidades buscam garantir que o suicídio “não continue sendo visto como um fenômeno-tabu, ou um resultado aceitável de crises pessoais ou sociais”, mas como “uma condição de saúde influenciada por um ambiente psicológico-social e cultural de alto risco”.

Em 2006, a OMS e a AIPS divulgaram pesquisas apontando que o fator que mais predispõe ao suicídio é a depressão. Mas que muitos outros aumentam a propensão, como transtornos bipolares, abuso de drogas e álcool, esquizofrenia, antecedentes familiares, contextos socioeconômicos e educacionais pobres ou uma saúde física frágil.

NÚMEROS

1,1

milhão de suicídios ocorrem a cada ano. A maioria poderia ser prevista e evitada, segundo a OMS

60%

foi o aumento médio de suicídios nos últimos 50 anos.
Fonte:O POVO-CE – OBID