fbpx

Tabagismo e problemas bucais

Além dos problemas respiratórios, mais conhecidos, os fumantes também podem apresentar alterações na boca. Uma pesquisa realizada pelo departamento de odontologia da Universidade de Brasília – UnB – , mostra que 47% dos dependentes de tabaco que procuraram a clínica de odontologia da instituição de setembro de 2006 a julho de 2007 sofriam de alguma enfermidade bucal.

Entre os problemas diagnosticados, os mais freqüentes foram doença periodontal – da gengiva -, e lesão que pode evoluir para um câncer, de acordo com a coordenadora da pesquisa, Eliete Neves.

O estudo também mostra que há relação entre o nível de dependência e as doenças bucais. Entre os fumantes moderados, 59% apresentaram problemas na boca. Neves diz que 90% dos pacientes com câncer de boca tratados na clínica são fumantes.

Tabagistas devem buscar ajuda assim que perceberem alguma alteração na boca. Neves lembra que largar a dependência, mesmo depois de bastante tempo fumando, também diminui riscos, pois as lesões podem regredir.
Fonte:Folha de S.Paulo – SP – OBID