Como a bebida alcoólica afeta a vida da sociedade

Conforme a Organização Mundial da Saúde – OMS, os danos sociais deixados pelo álcool no Brasil correspondem a 7,3% do PIB. Os impostos gerados pela indústria de bebidas são 3,5% do PIB

Morte

Estudo da Universidade de Estocolmo – Suécia, indicou que um aumento de 10% no preço da bebida alcoólica reduz em 28,8% a morte de homens e em 37,4% a morte entre mulheres

Trânsito

78% das mortes no trânsito brasileiro têm presença do uso de álcool

Saúde

A OMS estima que 17 milhões de brasileiros são dependentes do álcool. O alcoolismo é responsável por 60 doenças que levam à morte. A dependência da bebida responde por 40% das consultas psiquiátricas no Brasil

Sexo

Estar alcoolizado aumenta a chance de violência sexual. Estando intoxicado, o adolescente se envolve mais em atividades sexuais sem proteção, com maior exposição a doenças sexualmente transmissíveis

Aprendizado

O consumo de álcool na adolescência provoca prejuízos na aprendizagem, como déficit de memória. Adolescentes com dependência de álcool apresentam mais dificuldade em recordar palavras e desenhos geométricos simples após um intervalo de 10 minutos, em comparação a adolescentes sem dependência alcoólica

Bebidas que têm álcool – como a cerveja, o vinho e a cachaça – , em excesso, podem ser prejudiciais para a saúde porque o álcool interfere no cérebro e em outros órgãos. Além disso, quando as pessoas bebem demais, elas brigam mais e causam mais acidentes de carro.

Os médicos dizem que os problemas ficam maiores se a pessoa que bebe tem menos de 18 anos, pois nos adolescentes o cérebro ainda está em desenvolvimento. Por isso, eles estão preocupados porque no Brasil os adolescentes estão começando a beber com idade cada vez menor.
Fonte:ZERO HORA-RS – OBID