Exames antidoping feitos por Rebeca Gusmão serão encaminhados ao Secretário de Segurança do Rio de Janeiro

O Comitê Organizador dos Jogos Pan-Americanos – Co-Rio vai entregar hoje (12/11) ao secretário de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, José Maria Beltrame, um relatório completo sobre os quatro exames antidoping feitos pela nadadora brasiliense Rebeca Gusmão durante a realização do Pan-2007.

Entre os documentos, estão atas de coleta de urina, dias, horários e quem os assinou. Beltrame foi informado ontem sobre o assunto pelo presidente do Comitê Olímpico Brasileiro – COB e do Co-Rio, Carlos Arthur Nuzman. O dirigente entende que esses órgãos não têm competência para julgar o caso. Beltrame disse, por sua vez, que vai designar uma delegacia especializada para fazer as investigações.

Nuzman também informou sobre a entrega dos documentos ao ministro do Esporte, Orlando Silva, ao prefeito do Rio, César Maia, e ao governador do Estado, Sérgio Cabral. Para Nuzman, o caso foge ao senso comum, é algo inadmissível e o CO-Rio não tem competência para julgá-lo. Daí a decisão de entregar toda essa documentação à polícia.

Ganhadora de quatro medalhas no Pan – duas de ouro, uma prata e um bronze – Rebeca tem contra si, desde 2006, um processo por teste positivo para testosterona no Tribunal Arbitral do Esporte, na Suíça.

Além disso, a Federação Internacional de Natação (Fina) acaba de suspendê-la preventivamente por ter dado resultado positivo, também por testosterona, em exame feito no dia 13 de julho, data da abertura do Pan.

A situação da atleta se complicou ainda mais com a denúncia de que dois de seus exames feitos durante o Pan foram fraudados, já que foi constatada a existência de DNA diferente no material coletado — havia a urina de duas pessoas. Se for condenada em dois desses processos, Rebeca deve ser eliminada do esporte.

A Organização Desportiva Pan-Americana – Odepa informou ontem que o caso ficará sob responsabilidade do presidente da Comissão Médica de Doping da entidade, o médico brasileiro Eduardo De Rose. Enquanto isso, De Rose declarava que vai elaborar um relatório, neste fim de semana, a ser encaminhado ao Comitê Executivo da Odepa. “A previsão é de que seja realizada uma reunião na semana que vem”, disse o médico.
OBID Fonte: CORREIO BRAZILIENSE – DF