fbpx

Projeto de lei quer proibir consumo de bebidas alcoólicas nos estádios do Rio Grande do Sul

O consumo de bebidas alcoólicas pode ser proibido nos estádios de futebol e ginásios esportivos do Rio Grande do Sul. O projeto de lei, tramita na Assembléia, onde já obteve parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça. Ontem, dia 21/11, o projeto foi discutido pela Comissão de Economia e Desenvolvimento. O secretário da Segurança Pública do Rio Grande do Sul, José Francisco Mallmann, sugeriu a ampliação da restrição de venda e consumo para um raio de um quilômetro dos locais, duas horas antes e uma hora após o fim dos jogos.

O projeto prevê apenas a proibição de venda e de consumo de bebidas alcoólicas dentro dos estádios e ginásios em dias de competições esportivas oficiais. Jogos amadores e festas comunitárias não seriam afetados em caso de aprovação da lei. Mallmann, que defende uma Lei Seca estadual, é apoiador do projeto por acreditar que o álcool é a raiz da violência.

Já o Sindicato da Hotelaria e Gastronomia de Porto Alegre teme prejuízos aos restaurantes situados dentro dos estádios. Uma emenda pretende excluir da proibição os restaurantes dos estádios que venderem bebidas junto com refeição. Fora dos dias de jogo, o funcionamento seria normal.

Opositor do projeto, o deputado Adolfo Brito defende a diferenciação da lei entre a capital e o interior. “No Interior, a lucratividade dos jogos de futebol e dos eventos municipais depende basicamente do consumo das copas”, disse. A proposta será discutida com a Federação Gaúcha de Futebol e com os clubes, e a meta é votá-la ainda neste ano.
OBID Fonte: CORREIO DO POVO-RS