Turquia proíbe fumar em locais fechados

O Parlamento da Turquia, país com longa tradição de fumantes, aprovou nesta quinta-feira uma lei que proíbe fumar em locais fechados.

Cerca de 60% dos homens e 20% das mulheres fumam na Turquia.

A nova lei, aprovada após um longo debate no Parlamento em Ancara, entrará em vigor possivelmente em maio, tão logo tenha passado o prazo estabelecido de quatro meses depois da ratificação do projeto pelo presidente do país, Abdullah Gül.

A nova lei, defendida pelo Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP), do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, um grande adversário do tabagismo, prevê altas multas para os estabelecimentos que não cumprirem a medida –700 liras (cerca de R$ 1.140) para infratores e de 5 mil liras (cerca de R$ 8.155) para os locais que permitirem fumar em seu interior.

Entre os espaços nos quais se permitirá fumar estão prisões e clínicas psiquiátricas, que designarão áreas especiais para os fumantes, mas todos os locais públicos, como bares, cafés e restaurantes, terão de adotar a proibição.

Os funcionários e clientes desses locais e que quiserem fumar só poderão fazê-lo fora dos estabelecimentos, seja na rua ou em jardins.

Na Turquia já era proibido fumar em transportes públicos e aviões desde 1996, mas não em trens, que tinham vagões especiais para fumantes.

A nova lei prevê também a possibilidade de estabelecimento de áreas especiais para fumantes em hotéis, estádios de futebol e shows ao ar livre.

Kaya Demirer, presidente da Associação de proprietários de restaurantes de Istambul, afirmou que os tradicionais cafés turcos nos quais os homens jogavam cartas correm o risco de “desaparecer”.
OBID Fonte: Folha Online – Com France Presse e Efe