Identificados genes ligados ao vício

Cientistas chineses identificaram 396 genes que possivelmente fazem com que algumas pessoas adquiram vícios mais facilmente, informou a agência Reuters nesta terça-feira. A descoberta abre novas possibilidades para tratamentos mais efetivos para problemas com drogas.
Os especialistas acreditam que fatores genéticos respondem por cerca de 60% da vulnerabilidade das pessoas para drogas. Fatores sociais e ambientais respondem pelos 40% restantes. A pesquisa foi publicada na revista especializa PLoS Computational Biology.

O estudo foi focado em quatro substâncias principais – cocaína, ópio, álcool e nicotina. Depois, os pesquisadores mapearam cinco rotas principais, ou “caminhos moleculares”, que acabam conduzindo ao vício.

Segundo os cientistas, determinar esses caminhos é importante no estudo de doenças complexas, pois ao mesmo tempo eles identificam e desativam os genes e proteínas envolvidas. Em doenças como o câncer, esses caminhos ajudam os médicos a realizar diagnósticos mais precisos, além de ajudar a prever o curso da doença.

Para vícios em drogas, os pesquisadores dizem que “esses caminhos em comum podem dar suporte a mecanismos compartilhados de recompensa (ligados ao vício), fornecendo aos cientistas alvos para tratamentos mais efetivos para uma grande quantidade de problemas ligados a drogas.
OBID Fonte: Terra