Programa incentiva práticas cidadãs

Iguatu. O programa Primeiro Passo não visa apenas à profissionalização para o ingresso no mercado de trabalho, mas preocupa-se também com a família e com questões de cidadania, o desenvolvimento humano e a inclusão social e econômica dos jovens de baixa renda. Podem participar do programa jovens con idade entre 16 e 21 anos, estudantes do Ensino Fundamental e Médio das escolas públicas, com renda per capita familiar de até meio salário mínimo.

Nos cursos oferecidos, há um módulo dedicado à família, noções de cidadania, vulnerabilidade social, adolescência, gravidez, prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, uso de drogas, tipos de preconceitos e discriminação. O segundo momento do treinamento é técnico, voltado para a área específica de cada curso.

Para a dona de casa Vanira Ferreira de Souza, a participação do filho, Leonardo de Souza, no curso é motivo de felicidade. Leonardo concluiu o curso de Manutenção em Computador. Um outro filho, já concluiu, há dois anos, um curso do Programa Primeiro Passo, na área de auxiliar comercial. “O estudo é uma boa oportunidade e espero que eles consigam arranjar um emprego, mas não é fácil”. A prática tem revelado as dificuldades dos jovens ingressarem no mercado de trabalho, mesmo com os certificados de cursos profissionalizantes.

O presidente da Câmara, vereador Aderilo Alcântara, representou o prefeito, Agenor Neto, e reafirmou o compromisso em fortalecer parcerias com as instituições públicas para a oferta de treinamento e qualificação dos jovens que precisam ingressar no mercado de trabalho. “Muitos queriam ter essa oportunidade, concluir um curso profissionalizante. Não desistam no primeiro obstáculo porque a cada dia os desafios se renovam”, salienta.
OBID Fonte: DIÁRIO DO NORDESTE-CE