Rodovias têm menos acidentes e mais mortes

Foram registradas 641 vítimas em 1.056 acidentes, contra 933 vítimas em 1.384 acidentes em 2007. Das pessoas vitimadas neste ano, 470 sofreram ferimentos leves, 171 se feriram gravemente e 45 morreram, ante as 42 mortes do ano passado.

Foram apreendidos 1,172 quilos de drogas e 11 procurados foram recapturados. A polícia apreendeu seis armas ilegais e recuperou 28 veículos roubados, além de ter prendido 14 pessoas em flagrante.

No período, foram lavradas 17.127 autuações por infrações de trânsito diversas em todo o Estado, sendo apreendidos 969 veículos, 375 carteiras de habilitação e 2.208 documentos de veículos irregulares.

A intensificação da fiscalização aos motociclistas resultou em 17.127 autuações lavradas, sendo que 4.107 foram aplicadas a condutores de moto, com a apreensão de 307 motocicletas por irregularidades.

Até a noite de ontem, a Polícia Rodoviária Federal ainda não havia fechado os dados nas estradas que cortam o Estado. O número final de acidentes nas rodovias federais deve ser divulgado hoje.

Em Goiás, um grupo de comerciantes protestou contra a proibição da venda de bebidas nas estradas. Eles fecharam BR-060, nos dois sentidos, durante cerca de uma hora, no período da manhã, próximo à cidade de Alexânia. Desde a proibição, cerca de 600 comerciantes já foram multados.

Dutra – A concessionária Nova Dutra, que administra a Rodovia Presidente Dutra, registrou 104 acidentes, com 48 feridos e uma morte no carnaval, entre a zero hora de sexta-feira e a meia-noite de anteontem. De acordo com a empresa, houve queda de 11% em relação às ocorrências do mesmo período de 2007, quando foram contabilizados 117 acidentes, com 82 feridos e duas mortes.

Radares – Três licitações da Prefeitura de São Paulo para aquisição de 354 radares de trânsito serão concluídas em março. Até o fim de abril, 175 radares fixos, 26 móveis e 153 lombadas eletrônicas estarão em operação na Capital. Hoje, volta o rodízio. (AE)
Autor: Sérgio Castro
OBID Fonte: Diário do Comércio-SP