Passeata marca oito anos do PROERD

Integrantes e instrutores do Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência (Proerd) comemoraram ontem, com uma passeata pelas ruas de Boa Vista, os oito anos de implantação do programa em Roraima. O evento culminou com uma visita feita pelas crianças a alguns veículos de comunicação, incluindo a Folha.

Cerca de 200 crianças e adolescentes, acompanhados de policiais militares, pais e professores saíram em passeata dizendo não às drogas. A caminhada começou no quartel do Comando-Geral da Polícia Militar, em direção ao Palácio Senador Hélio Campos, na Praça do Centro Cívico.

Durante o trajeto, eles fizeram uma parada em frente da Secretaria Estadual de Educação (Secd), onde aconteceu uma entrega simbólica das cartilhas do programa para os alunos, feita ao secretário Luciano Moreira. Os participantes carregavam faixas com dizeres contra as drogas. Já no Palácio do Governo, os integrantes do Proerd foram recebidos pela banda de música da PM.

Em seu discurso, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Márcio Santiago de Morais, destacou a importância do Proerd no combate às drogas e a violência. “Esse grandioso programa atende crianças e adolescentes que estão em uma faixa etária de fácil influência ao consumo das drogas, e ressalta com propriedade os valores da vida e da cidadania”, disse.

Conforme Santiago, a meta do programa para este ano é ampliar a sua atuação fora das escolas junto às famílias. “Não se faz o combate e a prevenção às drogas apenas com policiais e viaturas, e sim com o apoio dos pais e das escolas”, observou.

A primeira-dama e secretária extraordinária de Promoção Humana e Desenvolvimento (SEPHD), Shéridan de Anchieta, enfatizou o trabalho desenvolvido pelos profissionais do Proerd e ofereceu a estrutura da SEPHD para atuar no combate e prevenção às drogas.

“O Proerd é fundamental para afastar crianças e adolescentes da vulnerabilidade, e esse trabalho, além de prevenir contra as drogas, resgata os valor da família. A Secretaria de Promoção Humana é uma nova parceira do Proerd, e levará para frente a mensagem contra as drogas, trabalhando com solidariedade”, frisou.

De acordo com o secretário Luciano Moreira, que é parceiro do Proerd, a próxima meta do programa é ofertar mais vagas a crianças e adolescentes, evitando que o futuro de outros jovens seja desvirtuado. A Secretaria de Educação é parceira do programa.

Para as integrantes do Proerd, Maryane Gomes, 12, e Iêda Amorim, 10, o programa as trouxe informações importantes e também diversão. “Com o Proerd aprendemos que não devemos consumir drogas e respeitar a nossa família”, ressaltou Maryane. “Eles também brincam com a gente, nos lavam para passear”, acrescentou Iêda.

PROERD – O Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência é desenvolvido pela Polícia Militar em parceria com a Secretaria de Educação. Soldados e sargentos da PM, preparados através de cursos, exercem sob o comando do tenente-coronel Egberto Lima, a função de instrutores nas escolas.

O programa consiste em ensinar as crianças a dizerem não para as drogas e evitarem a prática da violência, através de aulas expositivas e demonstrativas, diplomando todas as crianças participantes.

O Proerd é ministrado em escolas públicas para crianças de nove a 16 anos, cursando o 5º e 7º períodos do Ensino Fundamental. Este ano a coordenação do programa pretende contemplar escolas particulares e escolas dos municípios de Caracaraí, Pacaraima e Rorainópolis.

O Dia do Proerd foi instituído pela Lei Estadual 493, de 13 de abril de 2005. Nesses oito anos, mais de 23 mil jovens foram formados. A meta para este ano é formar mais 10 mil. Neste trimestre o programa está atendendo a 19 escolas públicas, diplomando 2.906 crianças.

Autor: Folha de Boa Vista
OBID Fonte: Folha de Boa Vista – RR