Campanha lançada pela Promotoria de Balsas incentiva cidadania

Criada com o objetivo de conscientizar a sociedade civil sobre a educação e os direitos da criança e do adolescente previstos na Carta Federal de 1988 e no Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), a Campanha Caminhando Direito – Educar para Transformar será levada aos bairros do município de Balsas.

O primeiro foi Potosi, visitado no dia 28 de março, onde fica localizada a sede da Promotoria de Justiça. A próxima mobilização deverá acontecer dia 28 deste mês, às 19h, na Associação de Moradores do Catumbi.

Organizada pela 3ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude da Comarca de Balsas, a campanha envolve instituições da Justiça, do Poder Público e entidades da sociedade civil organizada. A mobilização percorre os bairros, promovendo palestras e audiências públicas sobre o tema.

O objetivo é chamar a atenção da sociedade e propor ações preventivas e repressivas para problemas que afligem, principalmente, crianças e adolescentes, como drogas, abuso e exploração sexual, tabagismo, alcoolismo, entre outros.

O público-alvo da campanha são proprietários e gerentes de bares, restaurantes, lanchonetes, casas de jogos, hotéis, motéis, pousadas ou congêneres que comercializem cigarros, bebidas alcoólicas e substâncias que possam causar dependência física ou psíquica.

Suporte

A ação é realizada também com suporte de material informativo e educativo (cartazes, panfletos, cartilhas, etc.) sobre os assuntos em foco. Atualmente, a população da cidade de Balsas é de aproximadamente 80 mil habitantes e o poder público não conta com estrutura suficiente para atender a demanda social dos moradores da cidade. Por isso, é necessária a participação da comunidade.

“A idéia é reduzir os índices sociais negativos, formando parcerias com todos os setores da sociedade. Todos devem ser agentes do processo de mudança”, enfatizou o promotor de Justiça titular da 3ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude da Comarca de Balsas, Tarcísio José Sousa Bonfim, idealizador da campanha.

Autor: O Estado do Maranhão – MA
Fonte: OBID