fbpx

2º Projeto Integração discute a Dependência química e suas implicações

No dia 15 de abril, em Campo Grande (MS) acontece o 2º Projeto Integração que discutirá sobre “A dependência química e suas implicações”. Trata-se de um evento realizado anualmente pela Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande cujo objetivo é mobilizar a comunidade acadêmica na discussão de problemas sociais de forma multidisciplinar.

O evento suscita debates de cunho social e formativo, no qual o acadêmico tem a possibilidade de ter a visão do mesmo problema social sob prismas distintos e ao mesmo tempo contribuir com uma instituição de caridade, o que permite o exercício da responsabilidade social.

O assunto deste ano será “A dependência química e suas implicações”, e pretende promover uma discussão mais aprofundada sobre a presença de substâncias psicoativas no contexto de vida da população e suas conseqüências. E para entender o usuário como um sujeito de direitos e deveres é essencial se desprender de preconceitos e buscar diferentes visões e informações quanti-qualitativas sobre a questão. Nesse sentido serão expostos assuntos ligados ao universo das drogas lícitas e ilícitas, considerando a complexidade e necessidade de haver maior contextualização sobre o assunto.

Temas como “Políticas públicas relativas às dependências químicas” e “A questão do usuário na nova lei de drogas”, serão discutidos por meio de palestras e debates com a comunidade acadêmica e população em geral. O evento do dia 15 acontece no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo – Palácio Popular da Cultura, às 19h.

A discussão sobre dependência química começa no dia 14 no auditório da Faculdade Estácio de Sá, a partir das 8h. Um dos palestrantes será Wilson Nascimento (Coordenador do Comitê Trabalhando com os Outros – CTO do Distrito Guaicurus) que falará sobre “A influência do álcool na qualidade de vida do usuário”. A programação do 2º Projeto Integração na Estácio segue no dia 16 e termina no dia 17 com a palestra “O usuário de drogas e o reflexo da exclusão retratado na mídia”, ministrada pelo Jornalista e Cientista Social, Alexandre Spengler.

As inscrições podem ser feitas na Clínica Escola de Fisioterapia, das 8h às 11h e das 14h às 19h. Fone (67) 3348 – 8813 e na Coordenação de Graduação, das 8h às 11h e das 14 às 21h (3348-8818). O investimento é de R$ 10,00 para acadêmicos da Faculdade Estácio de Sá e de R$ 15,00 para profissionais e acadêmicos de demais instituições.

Confira a programação

Tema: Dependência Química e suas implicações.
15 de abril – 19h

Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo – Palácio Popular da Cultura

19h – Abertura oficial
Srª Juliana M. S. Rezende Valle – Diretora Geral da Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande.

19h30 – Profº Msc. Jefferson Teruya de Souza
Título: Políticas públicas relativas às dependências químicas.
Farmacêutico Bioquímico, Mestre em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional pela UNIDERP, Especialista em Saúde Pública, Especializando em Saúde do Trabalhador pela FIOCRUZ, Agente Fiscal Sanitário Farmacêutico Bioquímico da Vigilância Sanitária Municipal de Campo Grande – MS.

20h – Intervalo

20h30 – Profº. Dr. José Carlos Souza
Título: Dependências Químicas
Psiquiatra, Doutor em Saúde Mental (UNICAMP), Phd da Faculdade de Medicina de Lisboa, professor da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), Campo Grande, MS.

21h – Dr. Roberto Gurgel de Oliveira Filho
Título: A questão do usuário na nova lei de drogas Delegado de polícia do Mato Grosso do Sul, Professor do Curso Esud-LFG da cidade de Campo Grande – MS, Pós-graduando em Direito Constitucional na Universidade do Sul de Santa Catarina UNISUL.

Auditório da Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande

Curso de Farmácia e Fisioterapia

14/04/08

8h – Profº. Msc. Luis Fernando dos Santos Rocha Professor de Química e de Medicina Legal da UEMS
Tema – Drogas e Entorpecentes

9h10 – Intervalo

9h30 – Brasil Neves da Rocha (Diretor secretário I) e Wilson Nascimento (Coord. do Comitê Trabalhando com os Outros – CTO do Distrito Guaicurus)
Tema – A influência do álcool na qualidade de vida do usuário.

Cursos de Administração, Tecnologia em Processamento de Dados, Turismo e Ciências Contábeis

16/04/08

19h – Dr. José Ricardo Cunha. Psicólogo. Doutor em Psicologia.
Tema – Dependência e as implicações para a Sociedade.
(21h, aula normal).

Curso de Comunicação Social – com Habilitações em Publicidade e Propaganda e Jornalismo

17/04/08
19h – Alexandre Spengler – Jornalista e Cientista Social
Tema – O usuário de drogas e o reflexo da exclusão retratado na mídia

Autor: Obid
Fonte: Senad