Guardas podem coibir bebida

Os guardas municipais deverão ajudar a coibir o álcool ao volante em Belo Horizonte. Entre as diretrizes da política municipal sobre o álcool e trânsito, que será enviada ao prefeito Fernando Pimentel ainda neste mês, a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) pretende implantar blitze sistemáticas para barrar a prática.

Segundo o gerente de educação no trânsito da empresa, Eduardo Lucas, a intenção é firmar um convênio com a Polícia Militar para realizar operações periodicamente, principalmente à noite, nas saídas de casas noturnas e festas.

Cerca de 500 guardas que foram treinados para ajudar na fiscalização do trânsito devem ser direcionados para esse tipo de ação. Ainda não há data para implantação da medida.

Ele admitiu que, apesar de ter prerrogativas para isso, os 383 fiscais da BHTrans não examinam o teor de alcoolemia dos condutores. “Nossa maior dificuldade é que a fiscalização não é estruturada, é deficiente. Não temos pessoal suficiente e a operação tem de ser feita sempre junto com a PM, que tem o poder de prender. Tememos, por exemplo, por agressão aos fiscais”, explicou.

Alvará. Outras ações focadas em estabelecimentos que vendem bebida alcoólica também estão sendo estudadas pela BHTrans. Uma proposta é que, para conseguirem alvará, organizadores de eventos ou donos de bares e casas noturnas tenham que capacitar os funcionários para identificar os freqüentadores que estiverem bêbados e abordá-los para convencer a não dirigir.

Convênios com cooperativas de táxi ou empresas de fretamento para levar os clientes para casa depois da balada também podem virar exigências. Outra prática que deve ser proibida é a consumação mínima nos estabelecimentos.

“Essas medidas estão sendo tomadas observando o comportamento do jovem de Belo Horizonte. A loja de conveniência, por exemplo, depois das 3h é o único local onde se vende bebida. Queremos criar na cidade uma sensação de que o motorista que beber e dirigir será punido”, disse.

Bafômetro. A proibição de venda de bebidas em bares às margens das rodovias estaduais deve ser sancionada na próxima semana. Ela está sendo analisada pela Advocacia Geral do Estado. Segundo o subsecretário Anti-drogas, Clóvis Benevides, 50 bafômetros serão adquiridos pela PRE.

Autor: Seção Cidades
OBID Fonte: O Tempo – MG