Pesquisa revela o perfil dos usuários de drogas em bairro

Pesquisa realizada por professores universitários e profissionais do Hospital Psiquiátrico Nina Rodrigues constatou que jovens estudantes de escolas públicas do ensino médio e fundamental de um bairro de São Luís, ao mesmo tempo em que são usuários de drogas psicoativas, praticam esportes, seguem uma religião e consideram o relacionamento com os pais ótimo, bom ou regular. A pesquisa envolveu adolescentes de 12 a 20 anos.

Jovens de menor idade incluídos na pesquisa informaram que compram bebidas alcoólicas sem problemas. Entre os consumidores de álcool, 53% têm entre 14 e 17 anos, 43% têm entre 18 e 20 anos e 4,1% têm entre 12 e 13 anos.

O resultado surpreendeu os pesquisadores. Eles preferem não revelar o bairro e as escolas em que a pesquisa foi realizada para evitar preconceitos envolvendo a localidade avaliada. Segundo a enfermeira Ethelanny Pantaleão Leite, que esteve à frente da pesquisa, o resultado do levantamento foi enviado às autoridades que trabalham no combate ao uso de drogas e também foi apresentado em um congresso nacional de enfermagem, realizado este ano, em São Paulo.

Além de Ethelanny Pantaleão Leite, participaram da apresentação as professoras dos cursos de Enfermagem da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Teresa Viveiros, e do Uniceuma, Júlia Saraiva Pinheiro, e a assistente social Arlete Penha Cutrim.

Na opinião de Teresa Viveiros, que também é diretora do Hospital Nina Rodrigues, pesquisas como estas servem de base para o planejamento e execução de trabalhos preventivos e de tratamentos de usuários de drogas.

Autor: Editoria Cidade
OBID Fonte: O Estado do Maranhão – MA