Viva Voz ajuda usuários de drogas em todo o país

Um simples telefonema em que o usuário de droga pode ficar anônimo para esclarecer dúvidas e obter informações sobre o tratamento tem servido de aliado no combate ao problema no país.

O Serviço Nacional de Orientações e Informações Sobre a Prevenção do Uso Indevido de Drogas – Viva Voz, que funciona através de uma central telefônica, atende, em média, 10 mil pessoas por mês. A idéia é ampliar o número de dependentes químicos dispostos a participar de programas de reabilitação.

O serviço, criado em 2005 pela Secretaria Nacional Antidrogas, disponibiliza informações científicas sobre diferentes drogas, inclusive álcool, oferece apoio gratuito a usuários e familiares e indica locais de tratamento.

O usuário do serviço tem a opção de não se identificar. Nos últimos meses, o total de ligações tem ficado entre 7 mil e 8 mil. Segundo a coordenadora do Viva Voz, Helena Barros, o número aumenta ou diminui conforme a divulgação do telefone do serviço.

Em um terço das ligações, os usuários do serviço desejam auxílio para parar de consumir droga. “É um serviço de informação e também de intervenção”, disse Helena.
Autor: Editoria Polícia
OBID Fonte: Correio do Povo – RS