Estradas 400% mais vigiadas

Ao comprar 40 novos bafômetros, Brigada Militar reforça os aparatos policiais, fazendo com que cada comando tenha, no mínimo, um aparelho para realizar as operações nas estradas gaúchas. Até ontem, apenas oito dos 40 postos do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) que fazem a fiscalização das estradas gaúchas tinham bafômetro próprio.

Hoje, no entanto, essa realidade começa a mudar. Quarenta novos aparelhos foram adquiridos pela Brigada Militar para reforçar os aparatos policiais: cada comando terá, no mínimo, um aparelho a seu dispor. Nas rodovias federais, os 42 postos têm o equipamento, mas seis precisam de conserto.

No total, serão 43 em poder dos agentes do CRBM – dos oito já existentes, cinco serão repassados ao patrulhamento urbano da Brigada Militar. O investimento foi alto: R$ 228 mil de um convênio existente entre a BM e o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). A chegada de novos bafômetros às mãos de policiais rodoviários representa um aumento de 400% no aparato – número que, a partir de agora, será suficiente para garantir o bom atendimento dos agentes, segundo a corporação.

Calcule o nível de álcool no sangue conforme a bebida e o peso
Até então, a falta de bafômetros exigia jogo de cintura dos policiais que constatavam a embriaguez no volante. Na RS-265, em São Lourenço do Sul, por exemplo, o posto rodoviário, responsável por 23 municípios e 7 mil quilômetros de estrada, não tinha bafômetro. Nesse e em outros casos, era preciso pedir emprestado ao posto mais próximo ou à própria Brigada Militar. Outra alternativa era encaminhar a pessoa ao hospital, para exame clínico, apelar para a chamada prova testemunhal ou, simplesmente, encaminhar o motorista alcoolizado para a Delegacia de Polícia Civil.

Segundo o comandante interino do CRBM, tenente-coronel Silanus Mello, a compra dos aparelhos foi uma solicitação feita no ano passado. “A chegada desses novos aparelhos foi uma coincidência boa. Vai agilizar nosso trabalho”, comentou.

A expectativa, de acordo com ele, é que até amanhã os 40 novos bafômetros estejam em uso. A distribuição ocorre hoje pela manhã e será feita aos representantes dos 40 grupos de policiamento, que estarão em Porto Alegre. Depois, eles participarão de uma instrução de uso do equipamento.

Veja os efeitos do álcool no organismo e como ele afeta o motorista
Já a situação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) é mais confortável. Segundo o núcleo de comunicação do órgão, os 42 postos situados em estradas federais do Rio Grande do Sul têm pelo menos um bafômetro próprio. No entanto, seis deles estão estragados e necessitam de reparos em São Paulo.

De acordo com o órgão, existe a perspectiva de que novos equipamentos cheguem, mas o processo ocorre por meio do governo federal e, por isso, costuma ser mais demorado e sem data para terminar.
Autor: ROBERTA PSCHICHHOLZ E SÂMIA FRANTZ
OBID Fonte: Zero Hora – RS