Conselho antidrogas conscientiza universitários

Na noite de ontem o auditório da reitoria da Unimar sediou o 6º Unidos Pela Vida, evento realizado por parceria da Universidade, junto ao seu DCE (Diretório Central dos Estudantes), Comen (Conselho Municipal Anti Drogas), e entidades de prevenção e tratamento ao uso de drogas.

De acordo com a presidente do Conselho, Ana Maria Crepaldi Lopes, o objetivo foi de realizar uma integração entre entidades, alunos, professores, direção e comunidade em geral, com a intenção de buscar trabalhos de pesquisa que envolvam o tema de combate a droga.

“Trabalhamos este assunto de diversas maneiras, com painéis, palestras, teatro. Os alunos que expõe seus trabalhos também são avaliados e premiados, tudo tendo como foco o envolvimento das pessoas com o tema e apresentando o que Marília tem para auxiliar na prevenção e tratamento deste problema”, relata.

O representante da entidade Pauta Anti Drogas, Wilson Damasceno, explica que o evento visou discutir conseqüências e soluções do uso de drogas, tendo nesta edição o enfoque especial para o tema de bebidas alcoólicas.

“O Unidos Pela Vida deste ano pretendeu discutir os danos causados pelo álcool na sociedade, buscando conscientizar a comunidade universitária acerca da vulnerabilidade que existe neste meio em relação tanto a bebida quanto a outras drogas, e que antes de tudo devemos valorizar a vida”, afirma.

“O tema escolhido se deve a grande problemática da bebida, que é a que mais mata. É socialmente aceita, mas gera a violência doméstica, acidentes de trabalho, aposentadoria precoce, acidentes de trânsito, dependência, sem contar que é uma porta de entrada para maconha, cocaína e crack, por exemplo”.

O 6º Unidos Pela Vida contou com palestra do Dr. José Roberto Otoboni, sobre os danos sociais da bebida alcoólica, peça teatral da entidade Amor Exigente e exposição de trabalhos de alunos da Unimar, julgados por uma comissão.

Os três melhores trabalhos serão homenageados no dia 12 de setembro, na Câmara Municipal, e depois deverão ser expostos em locais públicos, para dar continuidade ao trabalho de conscientização e prevenção ao uso de drogas.

Entre as ações do evento, foi também prestada homenagem a Fábio Pádua, primeiro presidente do Comen e também responsável por impulsionar a entidade Amor Exigente.
Autor: Ricardo Prado/Wilson Damasceno
OBID Fonte: Diário de Marília – SP