Saiba como a nicotina afeta o corpo

Como a nicotina, sem tabaco, afeta o corpo? “Os efeitos incluem a liberação de epinefrina, que é semelhante à adrenalina e ativa o sistema nervoso simpático, o chamado sistema de combate ou evasão”, disse o Dr. Robert Millman, especialista em vícios do Centro Médico Weill Cornell/ Hospital Presbiteriano de Nova York.

“Ela eleva o ritmo cardíaco, faz subir pressão arterial, amplia a atividade cardíaca e contrai os vasos sangüíneos. Todas essas coisas conduzem a hipertensão e doenças cardíacas congestivas e arritmias, em longo prazo”.

“Os perigos da nicotina podem estar menos relacionados ao câncer de pulmão, que está ligado ao alcatrão e a outros resíduos dos cigarros”, explicou Millman, titular da cátedra Saul Steinberg de psiquiatria e saúde pública na Universidade Cornell. “A correlação é maior com ataques cardíacos e acidentes cardiovasculares, ou derrames”.

É difícil separar a nicotina, uma droga que causa alta dependência, do sistema de distribuição muito efetivo que o cigarro representa.

“As drogas de ação rápida em geral viciam mais que as lentas”, disse Millman. “Os efeitos se fazem sentir quase de imediato, e passam também rapidamente, o que reforça fortemente a tendência de repetir a experiência inúmeras vezes”.

O organismo também desenvolve tolerância, de modo que é necessário usar mais e mais da droga para obter o mesmo efeito, ele disse, e há a síndrome da abstinência, que no caso da nicotina é associada a problemas psicológicos como a depressão.

A boa notícia é que a nicotina em forma de goma de mascar, spray nasal ou adesivo é mais lenta que em cigarros, de modo que ela é muito menos perigosa nesses formatos.

Tradução: Paulo Migliacci
Autor: New York Times
OBID Fonte: Site do Terra/New York Times