Governo vai capacitar educadores e agentes de saúde para trabalho com usuários de drogas

Por meio de parceria entre a Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas (Senad) e o Ministério da Educação, o governo federal pretende capacitar 20 mil educadores de escolas particulares para o trabalho com jovens usuários de drogas. O Secretário Nacional de Políticas Sobre Drogas, Paulo Uchôa, disse hoje (27) que o treinamento dos primeiros 20 mil educadores de escolas públicas já foi concluído e que a promessa de capacitação se estende ainda a agentes de saúde e membros da sociedade civil.

O Mapeamento das Instituições de Atenção às Questões Relacionadas ao Consumo do Álcool e Outras Drogas, da própria Senad, já havia indicado que o tratamento de dependentes químicos no Brasil ocorre, grande parte das vezes, em instituições privadas ou ligadas a organizações não-governamentais (ONGs). O resultado final revela que duas em cada três instituições de atenção aos usuários de drogas são particulares.

“Muitas existem e nós não sabíamos. Estamos tratando de vários programas que visem trazer essas comunidades para dentro de uma rede social de apoio ao sistema de saúde. Dentro dos nossos projetos de capacitação, vamos incluir 5 mil lideranças dessa área para que elas se capacitem também e possam aprimorar o seu trabalho, uma vez que eles ocupam um espaço que o governo não tem condições de ocupar no momento.”

No dia 19 de junho de 2008, foi aberta a 10ª Semana Nacional Antidrogas, em solenidade no Palácio do Planalto. A campanha teve como base a prevenção na comunidade. Durante o evento, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou uma lei que altera o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), que inclui programas de capacitação de 5.300 mulheres até 2011 para atuarem em suas comunidades no combate ao uso de drogas. Elas vão receber uma bolsa de R$ 190 mensais cada.

O governo anunciou ainda que vai capacitar 20 mil lideranças religiosas, em três anos, para ajudar na prevenção e encaminhar os usuários ao sistema público de saúde.
Autor: Agência Brasil
OBID Fonte: Agência Brasil