Fiscalização da Lei Seca chega ao mar

Capitania dos Portos examinará embarcações e pilotos poderão ter que fazer teste do bafômetro

Aviso aos navegantes. No primeiro réveillon depois que entrou em vigor a lei 11.705, mais conhecida como Lei Seca, a Capitania dos Portos vai usar bafômetros para flagrar condutores de embarcações embriagados.

A repressão integra o grande esquema de ordenamento do tráfego marítimo durante os festejos no Rio e em Niterói.

— Nossa idéia não é fazer blitzes para prender condutores alcoolizados.

Todas as embarcações serão fiscalizadas normalmente, observando-se diversos fatores de segurança. E, se notarmos que o condutor está alcoolizado, vamos empregar o etilômetro. Caso seja constatado o excesso de álcool no sangue, ele será encaminhado à PM — explicou o capitão dos portos, Wilson Lima Filho.

A Capitania dos Portos vai montar uma grande operação. A partir das 14h de hoje, entram em ação 250 militares, dois navios de guerra, 15 embarcações menores e um helicóptero. Somente embarcações autorizadas poderão navegar pela Baía de Guanabara ou em direção à orla de Copacabana.

Embarcações terão que ficar a pelo menos 500 metros das balsas Segundo Lima Filho, oito transatlânticos ficarão fundeados em Copacabana, de onde cerca de 30 mil passageiros assistirão aos fogos de artifício da festa do réveillon.

Passageiros de diversas escunas de turismo e outras embarcações menores também terão visão privilegiada.

E nenhuma delas vai ficar a menos de 500 metros das balsas que carregam os fogos.

— As balsas ficam a uma distância de 450 e 500 metros da praia e outros 500 metros as separam das embarcações — disse o capitão dos portos. — Além disso, vamos abordar todas as embarcações a caminho de Copacabana e observar o cumprimento das normas de segurança.

Aquelas que não forem vistoriadas ainda em terra, serão examinadas no mar. É nessa oportunidade que aplicaremos os etilômetros, caso seja óbvio que o condutor bebeu além da conta.

O índice de tolerância nas águas vai ser o mesmo observado em terra firme (0,3 miligrama de álcool por litro de ar expelido no bafômetro).

Também vai haver fiscalização para se verificar o cumprimento da Lei Seca nas estradas. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) , 21 bafômetros serão usados em diferentes operações.

A PRF vai atuar em quatro grandes vias: Ponte Rio-Niterói e o trecho Niterói-Manilha da BR-101, Washington Luiz, Rio-Santos e Rodovia Presidente Dutra. Ao todo, serão utilizados 21 bafômetros.

— No Natal, as rodovias ficaram desimpedidas e os motoristas abusaram da velocidade. Como resultado, houve um número alto de acidentes. No réveillon, vamos fazer diversas operações e pedimos paciência a quem for viajar, porque o trânsito pode ficar lento — explicou o relações-públicas da PRF, André Azevedo.

PM não vai fazer blitz para não prejudicar o trânsito Já nas ruas da cidade, de acordo com a PM, não vai haver ações específicas para se verificar o cumprimento da Lei Seca. Segundo o comandante do Batalhão de Choque, tenentecoronel Carlos Milagres, a idéia é não tumultuar o sobrecarregado trânsito da cidade na noite da virada.

— Mas todas as nossas viaturas terão etilômetros e, se necessário, seremos acionados por outras equipes para fazer o teste — disse.
Autor: William Helal Filho e Célia Costa
OBID Fonte: O Globo – RJ