Fumantes com aneurisma na família têm seis vezes maior risco de derrame

Os fumantes que possuem um histórico de aneurisma cerebral na família podem ter até seis vezes maior risco de sofrer um derrame decorrente de aneurisma, segundo estudo publicado na edição de janeiro revista Neurology.

Na pesquisa, foram incluídas 339 pessoas que haviam sofrido derrame de aneurisma – metade eram fumantes – e mais de mil pessoas que não tiveram esse tipo de problema.

E as análises indicaram que os fumantes com histórico familiar de derrame tinham um elevado risco de sofrer o evento cardiovascular. Os resultados indicaram, porém, que esse risco poderia ser reduzido pela metade parando de fumar.

Com isso, os autores ressaltam que, se todos devem parar de fumar, aqueles com histórico familiar de derrames devem ser os primeiros a tomar a iniciativa.
Autor: Seção Geral
OBID Fonte: Boa Saúde