Tabagismo provoca nove mortes por hora

Está mais do que comprovado o poder de destruição em massa do tabagismo.

De acordo com a Fiocruz, uma organização associada à construção e difusão de leis de biossegurança, o tabagismo está relacionado a um quadro estatístico de nove mortes por hora, oitenta mil por ano, 90% dos casos de câncer de pulmão, 80% dos enfisemas pulmonares, 25% dos infartos de miocárdio, 40% dos derrames cerebrais, sem falar numa projeção pra lá de escatológica:10 milhões de pessoas devem falecer nos próximos 30 anos nas Américas em decorrência desta dependência.

Na mistura de 4.720 substâncias tóxicas presentes no cigarro está incluído até o DDT, um agrotóxico letal que já ocasionou em devastação também do meio ambiente.

Segundo o INCA-Instituto Nacional do Câncer, as neoplasias pulmonares são a principal causa de morte por câncer entre os tabagistas, tendo em vista que em 98% dos tabagistas são constatadas alterações celulares compatíveis com lesões pré-cancerígenas.
Autor: Seção Saúde
OBID Fonte: Rádio Progresso de Ijuí