fbpx

Entrevista com Dra. Tahany Gadalla – Transtornos relacionados ao uso de álcool

A Dra. Tahany M. Gadalla é professora assistente da Faculdade de Trabalhos Sociais da Universidade de Toronto, Canadá. Sua linha de pesquisa envolve transtornos mentais em mulheres.
Tema: “Transtornos relacionados ao uso de álcool e transtornos alimentares”

1. Há alguma associação entre transtornos alimentares e transtornos relacionados ao uso de álcool? Em caso afirmativo, há alguma interferência da idade ou gênero sobre essa relação? Finalmente, que transtorno alimentar está mais comumente associado com os transtornos relacionados ao uso de álcool?

Resultados de meta-análise mostraram que os transtornos relacionados ao uso
de álcool estão significantemente associados com a maioria dos padrões de
transtornos alimentares. Os resultados também mostraram que a bulimia
nervosa (BN) (incluindo o comportamento bulímico) e os transtornos alimentares sem outra especificação (TASOE) são os transtornos alimentares mais comumente associados com os transtornos relacionados ao uso de álcool. Usando uma amostra nacionalmente representativa de mulheres e homens canadenses. Gadalla e Piran (2007) encontraram que a interferência do álcool estava associada com o risco de um transtorno alimentar entre homens e mulheres. Em outro estudo, também baseado em uma pesquisa nacional de grande porte, Piran e Gadalla (2006) encontraram associações significativas entre os transtornos relacionados ao uso de álcool e o risco de transtornos alimentares entre mulheres para todas as faixas etárias, ou seja, de 15 a 24 anos, de 25 a 44 anos e idade superior a 45 anos.

(a) Gadalla T & Piran N. (2007). Eating Disorders and Substance Abuse in
Canadian men and women: A National Study. Eating Disorders, 15:189-203.

(b) Piran N, Gadalla T. (2006). Eating Disorders and Substance Abuse in
Canadian women: A National Study. Addiction, 102:105-113.

2. A Sra. acredita que essa relação seja causal, isto é, uma pessoa que desenvolve um transtorno alimentar pode estar sob risco aumentado de desenvolver, mais tarde na vida, um padrão prejudicial de uso de álcool ou vice-versa?

Não sabemos se a associação entre os transtornos alimentares e os transtornos relacionados ao uso de álcool é causal. Até o presente momento, a maioria dos estudos são transversais, o que impede a análise dos mecanismos e das relações temporais que possam explicar a associação observada. Além disso, os resultados desses estudos sugerem que a depressão possa agir como um mediador na relação entre os transtornos alimentares e os transtornos relacionados ao uso de álcool. (Gadalla and Piran, in press).

(c) Gadalla T, Piran N. (in press). Eating Disorders, Substance Use
Disorders and Major Depression in the Canadian Population. Journal of
Mental Health.

3. Finalmente, além dos transtornos relacionados ao uso de álcool, há alguma comorbidade entre os transtornos alimentares e transtornos relacionados ao uso de outras drogas?

Associações significantes foram encontradas entre um transtorno alimentar e o abuso ou dependência na vida de drogas ilícitas entre mulheres nas três faixas etárias, ou seja, entre 15-24 anos, 25-44 anos e acima de 45 anos. Associações significantes também foram encontradas entre mulheres de 15 a 24 anos e de 25 a 44 anos para análise do comportamento nos últimos 12 meses. (Piran and Gadalla, 2006).
Fonte:CISA – Centro de Informações Sobre Saúde e Álcool