Diminui a produção global de ópio

UNODC lança relatórios mostrando redução da produção de ópio na Ásia

2 de fevereiro de 2009 – O UNODC lançou dois relatórios que mostram a redução do cultivo global de ópio. O relatório The South East Asia Opium Survey apresentado hoje em Bangkok revela que a região, conhecida como o Triângulo Dourado da heroína, possui um foco problemático de ópio concentrado na região de Mianmar. O sudeste da Ásia produziu 424 mil toneladas de ópio, uma redução significativa frente as 472 mil toneladas produzidas no ano anterior. Este valor representa cerca de 5 por cento da produção ilícita de ópio no mundo, que representara 33 por cento em 1998 e mais de 50 por cento em 1990. Tailândia e Laos quase não possuem mais ópio em seus territórios. Mianmar continua a ser a segunda maior fonte mundial de ópio, com 28.500 hectares em 2008 (um aumento superior a 3 por cento em relação ao ano passado). O cultivo é em grande parte limitada ao Estado Shan, que corresponde a 89 por cento da produção nacional total.

O segundo relatório, The Afghanistan Opium Winter Assessment, lançado em Cabul em 1 de Fevereiro, revela uma provável redução na quantidade de ópio cultivado no Afeganistão em 2009. As 18 províncias que não mais produziam ópio em 2008 devem permanecer assim em 2009, e outras 7 são suscetíveis à redução do cultivo, mesmo em Hilmand, a maior província produtora de ópio.

Com esses relatórios o UNODC reforça a importância da assistência para erradicar não apenas as áreas de cultivo de ópio, mas também a pobreza nas comunidades agrícolas produtoras.

Veja na íntegra o relatório The South East Asia Opium Survey (pdf em inglês). http://www.unodc.org/documents/crop-monitoring/East_Asia_Opium_report_2008.pdf

Texto integral do relatório The Afghanistan Opium Winter Assessment (pdf em inglês). http://www.unodc.org/documents/crop-monitoring/ORA_report_2009.pdf

Fonte: UNODC – Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime